A nona edição do projeto “Cidadania em Ação” da Católica SC repetiu o sucesso dos anos anteriores, contabilizando 10.800 atendimentos no câmpus Jaraguá do Sul no último dia 27 de maio (domingo).

O evento que acontece em parceria com SESC, SESI, entidades e empresas, objetiva difundir informações de utilidade pública para a comunidade, educar acadêmicos para a responsabilidade social, incentivando-os à prestação de serviços voluntários e a interferir socialmente na comunidade por meio de prestação de serviços e de lazer gratuitos, e ainda estimular professores e funcionários a prática do voluntariado.

Na tenda montada em frente à biblioteca Padre Elemar Scheid, e nos corredores da Instituição o público teve acesso a atividades de lazer e recreação, a orientações em várias áreas, como mais de 60 oficinas de artesanato e de brinquedos, dicas de saúde e bem-estar, cortes de cabelo, maquiagem e academia, orientação profissional, apresentações culturais, aferição de pressão arterial e teste de acuidade visual, orientação sobre aquisição de imóveis, atendimento do Núcleo de Práticas Jurídicas do curso de Direito, entre outras ações.

A realização do evento é do Nucleo de Extensão Comunitária da Católica de Santa Catarina, com apoio do Nucleo de Projetos Comunitários. Esse ano o evento envolveu 135 pessoas entre: acadêmicos da disciplina Projeto Comunitário, acadêmicos bolsistas do artigo 170, funcionários e professores que atuaram voluntariamente. Além de mais de 130 parceiros voluntários.

De acordo com a professora Diva Spezia Ranghetti, coordenadora do Núcleo de Projetos Comunitários da Católica SC, “o evento tem a intenção de desenvolver ações de interesse técnico, social, científico, esportivo e artístico, a fim de sensibilizar os sujeitos participantes para a relevância do aprender percebendo que a universidade é um espaço de ampliação dos referencias de mundo e de vida contribuindo, assim, para o crescimento pessoal, profissional e para a vida em comunidade. A Católica e Santa Catarina estabeleceu com esse evento, uma relação orgânica e interativa com a comunidade”, finalizou.